A fisioterapia hospitalar tem como objetivo prevenir as possíveis complicações motoras e respiratórias originadas durante o processo de internação do paciente no hospital. A locomoção e os fenômenos físicos são os principais objetos de estudo e trabalho do fisioterapeuta, com uma atuação que preza pela prevenção e melhoria da qualidade de vida e vai até a reabilitação de casos graves e prolongados.

O fisioterapeuta hospitalar tem como principal responsabilidade, avaliar, desenvolver e pôr em prática os procedimentos para diferentes condições, como o pós-operatório. Qualquer condição que altere a mobilidade da pessoa tem maior probabilidade de ser revertido ou amenizado se a fisioterapia hospitalar conduzir os exercícios com regularidade.